Resenhas

O Teste – Joelle Charbonneau

By on fevereiro 9, 2016

Vocês não sabem como é bom começar o ano com um livro tão bom quanto o Teste, espero que isso signifique coisas boas e livros bons o resto do ano. Eu citei no último livros lá do canal que estava adorando o livro, do que se tratava e que a resenha dele ainda seria escrita porque estava morrendo de saudades de fazer resenha escrita, então aqui está ♥.

Título: O teste
Páginas: 320
Editora: Única
Autor: Joelle Charbonneau

24548357279_b9861247f3_k
Malencia Vale (ou Cia mas eu prefiro Malencia) vive na Colônia Cinco Lagos com seus pais e irmãos, sonha em ser chamada para O Teste e ingressar na Universidade. Criado pela Comunidade das Nações Unificadas após o sétimo estágio da guerra, o Teste é a única forma de um jovem ingressar no ensino superior e se tornar um líder da Comunidade. São selecionados os alunos recém-formados mais inteligentes de cada colônia para disputarem pouquíssimas vagas e ajudarem na reconstrução do mundo devastado pós guerra. Malencia estava ansiosa pelo o dia em que mais esperou na sua vida: a formatura. Os selecionados para o teste sempre eram escolhidos no dia da formatura mas neste ano foi diferente, não houve nenhum escolhido como há muito tempo vinha acontecendo, há anos um candidato de Cinco Lagos não era escolhido. Quando Malencia tentava se conformar em ter falhado ela é surpreendida, ela e mais três jovens foram escolhidos para o teste.

Ser escolhido para tentar ser um futuro líder da Comunidade envolve abandonar os amigos, a família, a Colônia e nunca mais voltar para casa indepedente de ter sido bem sucedido ou não e não há opção de recusa, ou o Teste ou a morte. Malencia sempre sonhou com o dia de ser escolhida mas seu pai não. O pai de Malencia já foi um selecionado para o teste e se formou na Universidade mas não se lembra de nenhuma fase do teste, nunca reviu nenhum dos amigos que fracassou e tem pesadelos que o atormentam sempre. Ele alerta a filha para que não confie em ninguém e que o Teste não é apenas uma prova para testar o que aprendeu na escola, é muito mais que isso. Por sorte, Malencia é esperta e observadora ficando atenta desde o início aos mínimos detalhes que podem arrancar dela a vaga na Universidade e a vida.

Malencia sonhava em ser líder da Comunidade, ajudar o mundo a se recuperar e fazer o melhor para que as Colônias cresçam e se vejam livres de recursos escassos, mas será que mesmo depois de vivenciar o que é verdadeiramente o Teste ela gostaria de fazer parte desse time?

O que se passa no livro é fantástico e em nenhum momento me arrependi de estar lendo ou me perguntei se realmente queria continuar. É sim parecido com Jogos Vorazes e Divergente mas pra mim é muuuito melhor que os dois. Eles não são apenas jogados em uma arena e obrigados a matarem todos, embora alguns tenham gosto em fazer isso outros só querem a vaga na Universade. Na verdade, quem não matar apenas por diversão pode até ter uma melhor avaliação em seu desempenho mas apenas um candidato sabe disso. Não é difícil imaginar o local e se sentir em um mundo pós guerra, a autora soube descrever cada detalhe sem deixar o livro cansativo ou detalhado demais. O maior problema do livro foi na hora da revisão, tem muita coisa errada, palavra faltando letra, personagens trocados, frases sem sentido e claro que isso incomoda, mas posso afirmar que mesmo assim vale a pena.

Minha personagem favorita é a Malencia – Cia é um apelido muito feio – mas ela é um pouco irritante, a única coisa que o pai dela a pede para fazer é não confiar em ninguém e ela confia em todo mundo (menos nos oficiais do teste), nos 42 minutos do segundo tempo ela decide reavaliar a pessoa e pensar se confia ou não, ela é inocente e acredita que todo mundo é como ela, uma garota exemplar que não faz nada errado, ainda bem que ela percebe que está enganada mas nem sempre faz isso a tempo. Contudo, o ponto mais forte da personagem principal do livro é não se deixar levar por sua paixão, ela reconhece que não tem tempo para isso e eu como já não gosto de romance venerei a atitude dela, como é a primeira vez que eu vejo um livro não dar tanto destaque para o amor entre os personagens e sim para o foco da história que é o teste, essa distopia está muito perto de ser a minha favorita. Outro ponto que também me atraiu no livro é que a autora não dá importância demais para os outros personagens, é a Malencia e o Tomas e ponto.

O livro é bom e eu recomendo, tem seus altos e baixos, prós e contras e a única coisa que eu mudaria nele seria a revisão. Há muito tempo namorava essa capa sem nem ter lido a descrição ou resenhas dele e que tiro certeiro eu dei ao comprar. Eu sou apaixonada pela editora Única, agora mais ainda. Caso haja filme dessa trilogia eu espero que eles não errem como erraram GRANDE em Maze Runner e alterem tudo. Eu acho que O Teste tem tudo pra bater Jogos Vorazes e Divergente, talvez as pessoas estejam cansando de filme desse tipo mas acho o propósito do teste muito mais interessante e justificável que os outros.

  1. Moça, me ensina agora a gostar de ler. 🙁 HUDIAHDUIA Sério, não consigo ler nada até o final, me distraio pra caramba com tudo e o meu filho também não colabora muito. Atualmente, só leio mangás…
    Aff as fotos do livro. <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *