Browsing Category

Resenhas

Resenhas

Resenha: Reticências – Marcelo Carvalho

Aaah, esse não estava na wishlist mas eu queria ler há um bom tempo. Meu segundo livro de autor nacional e com certeza muito melhor que o primeiro é o Reticências – Lembranças ao vento. Eu comprei o livro as cegas porque não conheço pessoas que o tenham lido, então fora a sinopse eu não tinha relato algum sobre ele e pelo menos para mim, todo livro hoje em dia tem que ter resenha ou a capa muito bonita para eu querer comprar kkkk. Eu conheci o Reticências por dois amigos que tinham aula com uma professora – que por acaso também me dava aula – que apresentou o livro na sala de aula, eles disseram que queriam ler também e como não comprariam, eu acabei comprando.

Título: Reticências – Lembranças ao vento
Autor: Marcelo Carvalho
Editora: Scortecci
Páginas: 240
Onde comprar: Livraria Asabeça


A história é sobre Martin e conta desde sua infância até o momento atual de sua vida. Martin nasceu e cresceu na Inglaterra mas nunca foi igual aos outros garotos que conhecia, ele tinha dons, dons especiais. Era um menino explorador e adorava andar pelas ruas de Bibury com seu cachorro Tagar ou sua inseparável bicicleta vermelha, todos por lá o conheciam mas mesmo com algumas amizades nunca deixou de ser um garoto solitário.

Um dia, Martin começou a ter sonhos – ou pesadelos – sempre os mesmo que se repetiram por muito tempo, nesses sonhos ele viajava para diversas épocas diferentes e para várias partes do mundo também. Mas Martin continuou vivendo, descobriu novos dons, teve sua primeira namorada, cresceu, se formou na faculdade e conheceu Molly. Casou-se e construiu sua família, viveram felizes por um bom tempo mas essas viagens – ou sonhos – começaram a atrapalhar o seu relacionamento com a amada, ele não a via mais feliz e resolveu partir. Visitou diversos lugares com o qual tinha sonhado, procurou sinais de que estivera por lá, partiu em busca de si mesmo e ” só assim conseguiu descobrir quem ele realmente era. Ou em quem ele se transformara. Para sempre.”


O livro é ótimo! No começo eu me perdi um pouco quando troca os capítulos, porque é uma oscilação constante entre passado e presente. Como disse, o livro conta a história de Martin desde sua infância até “agora” e em um capítulo o autor narra o crescimento, a vida de Martin, enquanto no próximo ele volta exatamente para o hoje. O que é super interessante e te prende bastante por ter que lembrar o que aconteceu lá no capítulo anterior ao que você acabou de ler para dar continuidade, é bom também prestar atenção em nomes e lugares porque um pouquinho mais para frente ele pode retomar essas coisas e você pode se perguntar “Quem é esse(a)?”. Algumas letrinhas vieram erradas mas nada que atrapalhe sua leitura ou a história. Como diz na sinopse mesmo, Martin abandona sua família para descobrir quem ele realmente era e disso eu não gostei muito, poxa, não precisava abandoná-los da forma que ele fez, em mim foi de partir o coração.

Vale a pena ou não?
Vale sim! Para quem gosta de viajar é um bom livro, é impossível não viajar junto com Martin aos lugares que ele visita e o autor descreve esses lugares de uma forma brilhante. O livro é encantador e o final é de enlouquecer, eu estou apaixonadíssima nesse final e já quero ler de novo. Eu indico sim o Reticências e principalmente para quem gosta desse assunto de paz interior, meditação, se encontrar… Não tem arrependimentos, foi muito legal entrar nesse mundo de (nem tantas) fantasias.

“Ame, trabalhe, espere e perdoe…”


Resenhas

Resenha: A maldição do tigre – Colleen Houck

Mais um livro da minha Wishlist literária que vai ser atualizada logo. Dela eu já li três livros, a resenha de Princesa Adormecida você pode ver aqui e a de Extraordinário vai sair daqui uns dias. Esse livro, A maldição do tigre é outro que comprei mais pela capa do que pelo o que eu já tinha lido sobre ele e não me arrependo disso, arrependo de não ter dinheiro para comprar os próximos hahahah, mas a ansiedade para ler os outros não é tão grande assim e vamos descobrir agora na resenha o motivo disso.

A maldição do tigre é um livro envolvente, exótico e com certeza muito mágico. O exótico se dá pelo motivo de a maior parte da história se passar na Índia, apresentando mitos hindus e não ficar na mesmice dos livros atuais mais destacados, já que, é meio impossível não citar mesmo que minimamente algo sobre a cultura de onde se passa a aventura que os personagens vivem.

Título: A maldição do Tigre
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Onde comprar: Livraria CulturaSaraivaSubmarinoTravessa

Tudo começou com uma maldição lançada por um mago em dois príncipes da Índia, Dhiren e Kishan que foram transformados em Tigres há mais de 300 anos. Enquanto o paradeiro de Kishan é desconhecido, Ren (Dhiren) é um tigre branco e a principal atração do Circo Maurizio em Oregon nos EUA, onde Kelsey é contratada para trabalhar durante o verão.

Kelsey é uma jovem de 17 anos e órfã que mora com seus pais adotivos. Ela foi designada a trabalhar com Ren e sente uma conexão entre eles, começa a passar o seu tempo livre com o tigre e tenta fazer o possível para afastar a solidão do animal com suas leituras. Kelsey desejava que seu tigre fosse livre mas ela não imaginava que isso estava bem perto de acontecer e que ela poderia ser a única pessoa capaz de ajudá-lo.

A fim de levar Ren a uma reserva selvagem na Índia, ela embarca numa aventura emocionante para livrar o príncipe da maldição enfrentando diversas criaturas estranhas, cidades escondidas e forças mágicas para decifrar a profecia de Durga. Mas é impossível Kelsey não se apaixonar pelo seu lindo felino e pelo encantador príncipe por trás dele.

Adorei como Colleen soube lidar com tudo e descrever os lugares da melhor forma possível, mas ela foi muito detalhista o que cansa um pouquinho e dá vontade de pular as linhas (realmente). Os personagens são completamente apaixonantes, Ren principalmente e Kelsey consegue conquistar o leitor no início da aventura, só no início.

Como sou apaixonada por gatinhos (e tigres), minha parte preferida é claro, são as partes sobre Ren. O que não gostei muito em Kishan é que ele também pode passar a gostar da Kelsey e isso vai levar a história toda para o lado Crepúsculo de ser, ela se apaixona pelos dois, não saberá com quem ficar e com isso o livro vai perdendo a essência, então imaginando isso criei um bloqueio pessoal entre eu e ele hahah. Mas para os românticos de plantão, acontecendo isso ou não, vão adorar ler este e provavelmente os outros 4 livros da série. Os dois príncipes são absolutamente sedutores, lindos, irresistíveis, aqueles que só existem em livros e você se apaixona na primeira fala, e isso pode ser umas melhores razões para ler a série toda.

Já a Kelsey consegue aborrecer qualquer um que esteja lendo em questão de segundos com seus dramas desnecessários. A personagem é um amor no começo mas depois de bancar a corajosa começa com todo o tipo de “mimimi” possível. Principalmente quando ela pensa ter razão em tudo e decide não seguir seu coração, sendo teimosa e cabeça dura machucando profundamente Ren. É exatamente nessa hora que dá vontade de mergulhar na história e puxar a Kelsey para fora dela. Mas ela ainda tem muitos livros para se redimir e espero ansiosamente que ela consiga.

É um livro e tanto mas tem seus altos e baixos como todos os outros. Como disse lá em cima, me apaixonei pela capa e a diagramação não deixa a desejar, é simples porem bem fofa. A leitura não é tão suave assim, requer atenção devido aos nomes indianos como os dos Deuses e das cavernas e cidades mas também não é algo pesado e cansativo. O livro contém 352 páginas que vão te proporcionar todo tipo de sentimento, de felicidade á raiva, também podem te fazer rir ou dar vontade de jogar o livro longe. É um bocado de emoção que vale a pena sentir!

Resenhas

Resenha: Um amor perfeito – Susan Fox

Comecei a ler esse livro muito tempo atrás mas não dei continuidade, como vocês já estão cansados de saber eu não gosto de romance, ou melhor, não gosto de filmes românticos porque aos livros com certeza já me rendi. Um amor perfeito é um livro da minha mãe, sempre gostei da capa dele e só quis ler por isso mas como implicava com romance deixei de lado. Peguei ele de novo semana passada e me arrependi completamente de não ter lido antes, vamos lá saber o motivo:

Título: Um amor perfeito
Autor: Susan Fox
Editora: Única
Páginas:181
Sinopse: Wade e Miriam se apaixonaram na adolescência e esse amor permaneceu na vida adulta deles. A vida parecia um sonho: a família perfeita, o homem ideal, a mulher dos seus sonhos, o trabalho prazeroso. Até que um imprevisto ameaça a relação.

Resenha: A história se inicia com Miriam no hospital tendo lembranças do dia de seu casamento com Wade, dançando aos braços de seu marido, fazendo juras de amor, trilhando sonhos, planejando sua vida e se imaginando com ele para sempre. Miriam e Wade “herdam” o Rancho Bly dos pais de Wade depois de 8 anos de casados e já com sua pequena Jessie (Jéssica), um dos sonhos realizado para sua vida juntos. Enquanto Wade cuida da esposa no hospital, ele se lembra de vários dias até o momento do imprevisto, os melhores momentos ao lado dela e da filha.
Quando Miriam acorda, tem um choque enorme que desestabiliza sua vida tanto emocional quanto física, prejudicando Wade, a pequena Jéssica, o Rancho, e pondo em risco sua relação com o marido perfeito. Miriam entra em depressão, se encontra perdida no seu mundo, dentro de uma cápsula da qual não pretende sair e fazendo Wade se culpar por achar que não conseguiu cumprir a promessa de proteger sua família. Mas ele não desiste da amada e fica ao seu lado todos os dias esperando ansiosamente ter sua esposa de volta.

DSC_0646

O livro inicialmente é feito de lembranças de Wade desde o dia em que mudaram para o Rancho até o dia em que Miriam vai ao hospital e eu achei isso muito interessante. É como se a Susan voltasse ao passado para entendermos as primeiras frases do livro mas traz isso como um simples pensamento nos devaneios dos personagens entre pequenos parágrafos do momento atual.

É uma fome insaciável por páginas até descobrir o por que dela estar internada e por que Wade lamenta e se culpa tanto. Tive vontade de fechar o livro e desistir da leitura quando descobri, é de partir o coração e de fazer os apaixonados e sensíveis chorarem. É um romance que desperta a vontade de amar, achar aquele cara perfeito que é peça rara hoje em dia, além do choque de realidade que ajuda a por os sonhadores de pezinhos no chão, uma prova de que nem tudo é como queremos e que não estamos no controle do nosso futuro.

É uma leitura simples e leve, rápida mas sem dúvidas ou partes difíceis de entender, no fim a autora corre um pouquinho, algumas coisas poderiam ter sido mais detalhadas e não simplesmente “BUM! Aconteceu”, até porque não aconteceria de uma hora para outra mas eu amei o livro embora também tenha quase entrado em depressão com a Miriam quando ela soube o que lhe aconteceu.

A capa é linda, só não gostei muito da fonte usada para destacar as lembranças, tem um separador muito fofo também que “avisa” quando mudamos de um tempo para o outro. Se você é uma pessoa do tipo apaixonada que adora um casal feliz, esse é o livro certo para você ou para qualquer um que goste de romance, super recomendo!

010-5